Páginas

domingo, 5 de junho de 2011

Como viver acima da mediocridade


O que dizer de um cidadão que não ter o menor respeito pelo o que é dos outros,que se acha no direito de usufruir do não lhe pertence,e muito menos lhe diz respeito.Que subtrai o que é alheio e ainda se acha no direito de ofender , insultar,zombar,escarnecer da pessoa que é lesada.Não lhe devo satisfações mesmo,não vivo as suas custas,presta atenção ó cidadão infeliz,não mexa no que não te pertence,fique longe do que é dos outros,vai cuidar da sua vida.
Qual é a regra para condomínios,quando um cidadão se acha no direito de usufruir do que não lhe pertence sem o menor constrangimento,na maior cara de pau,de invadir a privacidade dos outros moradores,de fofocar,caluniar,difamar se achando DEUS.Falta de serviço.
Eu conheço muita gente,inclusive eu,trabalha o dia inteiro,pego ônibus para ir ao trabalho,ando a pé se for preciso,mas não pega o que não lhe pertence,vivem a vida com dignidade e com sustentabilidade.
Você entra dentro do seu mundinho particular,e acha que tudo tem que girar em torno do ego.Mais respeito cidadão redomas são de vidro,e um simples trincado,faz voce perceber que é um mortal,e que as pessoas não vivem as suas custas.
Vou recomendar a leitura de um livro,ele se chama COMO VIVER ACIMA DA MEDIOCRIDADE.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto

Eusou bióloga e professora de biologia,de ciencias,de matemática e de geometria.
Sou de Minas,e amo o meio ambiente,e
tenho grande admiração por pessoas
que respeitam a natureza,e tratam o
meio ambiente em que vivem de forma
sustentável e inteligente. Lia

Seguidores do Blog Jardins e CIA, Seja Bem Vindo

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.